Velhos caminhos não levam sua carreira e seus negócios a lugares novos

Freepik

 

O mundo moderno muda tão rápido que a cada dia é mais difícil acompanhar o ritmo desta evolução. Mas mudanças nunca foram novidade para nós, que sem necessariamente debater a teoria da evolução, de Darwin, sabemos por natureza que indivíduos mais bem adaptados ao meio têm maiores chances de sobreviver.

 

No mercado de trabalho e no mundo empresarial também sempre foi assim. Nem preciso aqui citar os clichês que todos já conhecem referindo-me às histórias de Blockbuster – antagonista da Netflix – e Kodak – que renegou o que seria no futuro a câmera digital, motivo principal da sua derrocada. Quem quiser saber mais sobre isso, bastar dar um Google pelos nomes das duas empresas. Mas antes leia este texto até o final.

 

Talvez para muitos soe como um desafio hercúleo se reinventar, mas muitas vezes o necessário é apenas deixar de seguir matrizes prontas e passar a questionar um pouco mais.


Uma história que exemplifica bem isto foi contada por T. Harv Eker, em Os segredos da mente milionária.

 

Na página 31, ele relata a experiência da mulher que preparava um pernil e antes de colocar a carne no fogão cortou as duas pontas da peça. Indagada pelo marido sobre porque fazia aquilo, respondeu que apenas repetia o que viu sua mãe fazendo a vida inteira naquele tipo de preparo.

 

No jantar, com a presença da sogra, o marido então decidiu matar a curiosidade e questionou o mesmo à mãe da sua esposa. Que prontamente informou também ter visto sua genitora fazendo o mesmo desde os tempos de criança e por isto adotou a prática.

 

Não satisfeito, o homem ligou para a avó da sua esposa e ao perguntar, finalmente recebeu a resposta esclarecedora. Segundo a mulher, ela cortava as pontas do pernil porque sua panela era pequena.

 

É aqui que começa a reflexão.

 

Em tempos de tecnologia a serviço da evolução e da abertura de horizontes com a quebra dos limites físicos, como você está preparando o seu pernil?


Mesmo com a panela grande à disposição, seu processo continua repetindo a prática dos tempos de recipiente pequeno? Caso esteja, melhor quebrar paradigmas para se adaptar e, como em Darwin, sobreviver.

 

Quantas vezes você já questionou a forma como as coisas são realizadas apenas para entender a razão de ter que fazê-las como são? Sempre é tempo de começar a olhar criticamente o que todos encaram com um conformado “sempre foi assim”.

 

Mova-se, ou sua carreira, sua empresa, seu futuro, sempre será assim. O que não é nada bom para quem pretende chegar ao próximo nível. Se lá é um lugar novo e com melhores possibilidades, dificilmente será alcançado com velhas práticas.

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Veja também
Please reload

Gerencie Melhor é uma publicação de EMC Sistemas, com o objetivo de disseminar informação

gratuita e de qualidade, para a melhoria dos resultados das empresas com dicas de gestão empresarial.

(31) 3851 3838 | marketing@emcsistemas.com.brwww.emcsistemas.com.br

João Monlevade, Minas Gerais - Brasil